Pages Menu
TwitterFacebook
Categories Menu

Posted by on mar 14, 2013 in Avaliação Psicológica, CFP | 0 comments

Relatório do Ano temático da Avaliação Psicológica 2011/2012

Acesse o Relatório do Ano temático da Avaliação Psicológica 2011/2012 no site do CFP no link.

Organizadores
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA
DIVISÃO DE REFERÊNCIAS TÉCNICAS
Comissão de elaboração do documento
Maura Tavares – CRP-01
Ana Lúcia Francisco – CRP-02
Saulo Oliveira dos Santos – CRP-05
Alacir Villa Valle Cruces – CRP-06
Ana Paula Jardim – CRP-06
Carla Biancha Angelucci – CRP-06
Suzana Maria Borges CRP-08
Vera Regina Miranda – CRP-08
Wadson Arantes Gama – CRP-09
Angela Christina Souza Menezes – CRP-13
Conselheira responsável
Ana Paula Porto Noronha

Facebook Twitter Email
Read More

Posted by on set 18, 2012 in Psicologia | 0 comments

Prova de Especialista em Psicologia

INSCRIÇÕES

de 13 de setembro

a 25 de outubro

INSCRIÇÕES PELA QUADRIX

 

O Conselho Federal de Psicologia realizará o VII Concurso de Provas e Títulos de Especialista em Psicologia. Psicologia Clínica, do Esporte, do Trânsito, Escolar/Educacional, Jurídica, Organizacional e do Trabalho, Psicomotricidade, Psicopedagogia, Psicologia Social e Neuropsicologia.

 

As provas serão aplicadas nas cidades:

Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA), Vitória (ES), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Natal (RN).

AA

O Título Profissional de Especialista em Psicologia é concedido pelo Conselho Federal de Psicologia, com o objetivo de atestar a especialização profissional do psicólogo. Considerando que a natureza do título é oriunda do reconhecimento do exercício profissional, validamos o tempo de atuação das pessoas que já possuem experiência na área, pois atribuímos maior valor à pontuação para cada ano de exercício, bem como para a pontuação dos diversos títulos.Todas as normas e procedimentos referentes ao Título Profissional de Especialista estão estabelecidos na Resolução CFP nº 013/2007, disponível nos siteswww.cfp.org.br www.abepsi.org.br.

De 13 de setembro a 25 de outubro pela internet e presencial durante a 2ª Mostra.

 

Facebook Twitter Email
Read More

Posted by on set 3, 2012 in Avaliação Psicológica, Psicologia | 0 comments

Presidenta Dilma encaminha ao Congresso Nacional alteração na Lei 5766/71

Fonte: Conselho Federal de Psicologia

31/08/2012 – 20:22, atualizado em 31/08/2012 – 20:45

Anúncio foi feito durante Sessão Solene comemorativa aos 50 anos da profissão, no plenário da Câmara dos Deputados

A presidenta Dilma Rousseff encaminhou nesta sexta-feira (31/8) ao Congresso Nacional o Projeto de Lei que altera a Lei n° 5766, de 1971, que incorpora processos democráticos já em funcionamento no Sistema Conselhos.  A proposta é resultado de uma ampla discussão que envolveu toda a categoria e obteve parecer favorável do conjunto do Governo.

O Projeto de Lei democratiza o Sistema Conselhos, incorporando o Congresso Nacional de Psicologia (CNP) ao sistema e traz a APAF (Assembléia das Políticas Administrativas e Financeiras) para dentro da Lei. O projeto inclui, ainda, a eleição direta para os conselhos Regional e Federal.

O anúncio foi feito pelo secretário de Articulação Social da Presidência da República, Paulo Maldos, durante a Sessão Solene em Homenagem aos 50 anos da Psicologia, no Plenário Ulysses Guimarães. Paulo Maldos representou a presidenta na solenidade e destacou o esforço para que o projeto chegasse ao Congresso neste dia. “Esse projeto tem um esforco democratizante. A presidenta fez questão de que ele estivesse no Congresso hoje, para reafirmarmos a condição da Psicologia como parceira estratégica na agenda pelos direitos humanos. Psicólogas e psicólogos podem e devem exercer a crítica às políticas públicas para qualificar a subjetividade individual e coletiva”, afirmou. Segundo ele, a tramitação na Câmara serrá feita em caráter de urgência.

Para o presidente do Conselho Federal de Psicologia, Humberto Verona, a alteração é extremamente significativa. “A Lei não correspondia aos avanços nos processos de decisão que jpa faziam parte do Sistema Conselhos”, disse.

A vice-presidente do CFP, Clara Goldman, afirma que este é um momento de reconhecimento. “A alteração da Lei vem legitimar  o processo democrático do Sistema Conselhos. Com esse encaminhamento, a presidenta nos diz: caminhem, avançem e isso é de extrema importância para nós.”

Sessão Solene

A Sessão Solene no Plenário da Câmara dos Deputados marcou as comemorações de 50 anos de regulamentação da profissão no Poder Legislativo. A sessão foi presidida pela deputada Erika Kokay (PT-SP) que é psicóloga e teve à mesa o presidente do Conselho Federal de Psicologia, Humberto Verona, a presidente da Federação Nacional dos Psicólogos (FENAPSI), Fernanda Magano, o secretário nacional de Articulação Social da Presidência da República, Paulo Roberto Martins Maldos e a psicóloga escolar do Sinpro-DF, Vanuza Sales.

Simbolizando o compromisso da luta antimanicomial, o CFP homenageou a psicóloga Silvia Maria Ferreira, usuária de Saúde Mental.Em seu discurso, Silvia afirmou reconhecer a parceria e atuação do Conselho na luta. “Infelizmente, mesmo depois de ouvir todas estas  falas, sabemos que ainda há muitos internados nos hospitais psiquiátricos, as cadeias funcionam com a mesma lógica excluindo e matando as pessoas. Gostaria que a verdade, segundo o estatuto dos homens, seja servida antes da sobremesa neste País”, finalizou.

Após manifestação de Humberto Verona, a deputada Erika Kokay, que é vice-presidente Comissão de Direitos Humanos da Câmara, vai sugerir diligência à fronteira do Brasil com a Venezuela para apurar e acompanhar as investigações do massacre ao povo Yanomami, que aconteceu em julho, e só divugado esta semana. A deputada também vai protocolar uma moção de solidariedade aos psicólogos do Conselho Estadual de Direitos Humanos da Paraíba que foram presos na última terça-feira (28/8), durante visita ao Complexo Penitenciário PB1/PB2, em João Pessoa.

Facebook Twitter Email
Read More

Posted by on mai 17, 2012 in Avaliação Psicológica | 0 comments

Nota de esclarecimento da Vetor sobre a situação do PMK junto ao CFP

Se publiquei o esclarecimento do CFP quanto à retirada do PMK da lista de testes favoráveis, apresento a nota de esclarecimento da Vetor Editora sobre o assunto.

Em 16 de maio de 2012, por Vetor Editora.

A VETOR Editora vem a público esclarecer a sociedade e, principalmente a respeitada categoria de psicólogos(as), acerca da situação atual do Teste Psicodiagnóstico Miocinético – PMK perante o Conselho Federal de Psicologia – CFP.


Como já é de conhecimento geral, na presente data de 16 de maio de 2012, o XV Plenário do CFP publicou no site oficial da instituição a informação, oriunda de decisão proferida pelo seu conselheiro presidente Humberto Verona, de que o Teste PMK encontra-se com uso proibido por psicólogos para o exercício de suas atividades profissionais. 

A assim denominada “Nota de Esclarecimento do CFP sobre o teste psicológico PMK” (disponível em http://www.pol.org.br/pol/cms/pol/noticias/noticia_120515_001.html# ), também assinada pelo Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica – IBAP, teve como base o parecer desfavorável ao instrumento emitido pela Comissão Consultiva em Avaliação Psicológica – CCAP do CFP, que integra a atual estrutura do Sistema de Avaliação de Testes Psicológicos – SATEPSI, presidido no momento pelo psicólogo Ricardo Primi. 

Cumpre esclarecer a todos que o processo de avaliação/revalidação do Teste PMK vem se caracterizando por uma inexplicável sequência de falhas, arbitrariedades e descumprimentos de normas institucionais ditadas pelo CFP em suas próprias Resoluções. As injustificáveis ações da instituição que assegura defender a sociedade sob o lema “Cuidar da Profissão” levou a VETOR Editora, no início do ano, a impetrar o mandado de segurança nº 0005933-51.2012.4.01.3400 perante a 6a Vara Federal da Primeira Região, em Brasília-DF, com pedido de ordem liminar, para resguardar os interesses da empresa e da categoria de psicólogos em sua boa prática profissional, buscando a preservação do consagrado Teste PMK. 

Tamanhas eram as evidências da danosa ação do CFP no que tange ao processo de revalidação do Teste PMK que o Meritíssimo Juiz Federal Bruno César Bandeira Apolinário concedeu, imediatamente, a liminar requerida no referido mandado de segurança, proibindo o CFP de publicar qualquer informação que descredenciasse o PMK. Como forma de respeito, transparência e lisura, todos os documentos citados encontram-se disponíveis na Editora para consulta dos interessados. 

Mais uma vez, no entanto, com profunda estranheza e indignação, a VETOR Editora foi surpreendida, nesta manhã do dia 16 de maio de 2012, com um comunicado do CFP à sociedade de que o Teste PMK está reprovado pelo CFP para o exercício profissional dos psicólogos. O comunicado, publicado durante a madrugada, já causou uma corrida aos distribuidores estaduais da VETOR, por parte dos profissionais envolvidos na atividade de aplicação de testes psicológicos de personalidade, para substituição do PMK. 

No referido comunicado, o CFP não esclarece do modo como deveria, que, em sede de recurso ao parecer desfavorável ao PMK, a própria VETOR Editora já apresentou à instituição, desde fevereiro de 2012, material para análise, reconsideração e revalidação, aguardando desde então um posicionamento daquele Conselho. Frise-se que o material em questão foi elaborado sob a produção e coordenação do respeitado Prof. Dr. Luiz Pasquali e sua equipe. 

Em consequência ao inesperado comunicado do CFP da madrugada de hoje, a VETOR Editora vê-se, agora, obrigada a suspender temporariamente a comercialização do Teste PMK para uso profissional da categoria. Ao mesmo tempo, informa a todos que a VETOR já está tomando todas as medidas jurídicas necessárias para reverter a lastimável situação criada pelo CFP no encerrar do ano temático da Avaliação Psicológica. 

Diante do completo desconhecimento dos motivos explícitos que levam o CFP a uma antecipada e inconsequente notícia pública de reprovação do Teste, com repercussões negativas imediatas não apenas à Editora, mas à classe dos psicólogos e à sociedade civil em geral, a VETOR Editora vem comunicar publicamente seu repúdio ao mencionado comunicado do CFP. 

A referida Nota de Esclarecimento do CFP informa que as avaliações realizadas com o Teste PMK até o dia 09 de maio são consideradas válidas e novas avaliações a partir do dia 10 de maio estariam proibidas. Contudo, a publicidade da notícia foi realizada apenas no dia 15 de maio. Nesse sentido, não temos qualquer informação oficial a repassar aos colegas psicólogos quanto aos procedimentos ocorridos entre o dia 10 e o dia 15 de maio. Implicações sobre a nulidade das Avaliações para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação – CNH, porte arma, processos seletivos privados, concursos públicos e eventuais prejuízos morais e financeiros aos psicólogos ou sujeitos avaliados desse período deverão ser esclarecidas pelo próprio CFP. Solicitamos a todos aqueles que se consideram prejudicados pela situação instaurada, entrarem em contato com o CFP pelos canais: (61) 2109-0100 ; www.pol.org.br ; gerencia@pol.org.br. 

Contamos com a compreensão de todos e agradecemos aos psicólogos, amigos e parceiros que ajudaram a construir a história da VETOR Editora nos seus respeitados 45 anos de verdadeira contribuição à psicologia brasileira. 



São Paulo, 16 de maio de 2012. 



Facebook Twitter Email
Read More
Social links powered by Ecreative Internet Marketing