Pages Menu
TwitterFacebook
Categories Menu

Posted by on mar 21, 2013 in Estatística, Metodologia | 0 comments

Will the M make the &E redundant in the age of big data?

Fonte: evaluation.nu .

Posted on March 14, 2013 by admin

Monitoring and evaluation, or M&E, are two approaches to assess public interventions. Evaluation is commonly understood to be retrospective, whereas monitoring is on-going during the implementation of the intervention.

In the dawning time of big data following the invention of the internet, unimaginable large quantities of data are produced every second. Through tweets, Facebook updates, google searches, credit card transactions, electronic communications etc. private companies, governments and citizens can follow real time developments in flue outbreaks, consumer spending, public opinion etc.

mostblueskymap

There is no doubt that big data are here to stay , but where does that leave M&E and the evaluator profession, if one can speak of one such?

Big changes will of course not happen over night. But they are likely to happen much faster and change governance patterns and the need for information dramatically. Think back on when you got your first smart phone. It is probably not that many years ago and the technology is quickly becoming available in all corners of the world.

Slowly, businesses and governments will have more and more real time accurate data on key indicators and the need for retrospective evaluation will diminish as a consequence. Because, why take the trouble of evaluating, when the results have already been provided by the monitoring of e.g. satisfaction of target groups, the reading skills of pupils, the health indicators of citizens etc.?

So, what will be of us – the evaluator? First, large quantitative data or quantifiable qualitative data need to be mined and structured. It is likely that this will be a job for the IT-guy and statisticians. The old fashioned qualitative data such as the interview or focus group are likely to slowly be redundant as target groups are simply asked to fill in online surveys on their devices, allow cookies and apps to monitor their behavior or interact on social media. The old fashioned evaluator might be the guy called upon to set it all up and figure out the indicators in the first few years ahead. But down the line, standard indicators are applied by the programmer in algorithms most of the time. In science, interviews will still be applied to collect qualitative contextual data. But in the evaluation trade, the demand will decrease as will the willingness to pay for expensive qualitative data collection like face-to-face interviews.

Do you agree that the future of monitoring will be glorious at the expense of evaluation? Throw a comment or read more about the subject in Robert Kirkpatrick’s interesting contribution in the European Evaluation Society’s newsletter Connections from March 2013.

Facebook Twitter Email
Read More

Posted by on mar 7, 2013 in Avaliação Psicológica, Ciência, Psicologia | 0 comments

Pesquisa: o uso de preservativos e sua relação com os traços de personalidade e a cultura

Chamada do Professor Josemberg Andrade da UFPB:

Prezado(a) participante,

É com satisfação que convidamos o(a) senhor(a) para responder a uma pesquisa on-line sobre o uso de preservativos e sua relação com os traços de personalidade e a cultura. A pesquisa está sendo realizada pelo Grupo de Pesquisa em Avaliação e Medidas Psicológicas (GPAMP) e Laboratório de Avaliação e Intervenção Clínica-Forense (LAICF) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). A pesquisa é de rápida execução. Os(as) interessados(as) que desejarem receber os resultados da pesquisa devem informar seu endereço eletrônico no final da mesma. Pedimos a gentileza de que divulguem entre os amigos, colegas e em listas de discussão.
Desde já, agradecemos sua participação!
Para ter acesso ao questionário de pesquisa, clique no link abaixo.

https://docs.google.com/forms/d/1ojJIJaeMk9Qun3VJ2rN8CQvPHrOxgkXkcT35eVMVNmw/viewform

Facebook Twitter Email
Read More

Posted by on fev 8, 2013 in Avaliação Educacional, Censo Educacional, Educação, Educação Superior, INEP, MEC, Pesquisa | 0 comments

Preenchimento do Censo da Educação Superior 2012 vai até 26 de abril

 

Fonte: MARIANA TOKARNIA – AGÊNCIA BRASIL – 07/02/2013 – BRASÍLIA, DF

Teve início essa semana, na segunda-feira (4), o prazo para preenchimento dos questionários online no portal do Ministério da Educação (MEC) para a realização do Censo da Educação Superior 2012. As instituições de ensino superior terão até 26 de abril para o preenchimento dos dados.

O Censo da Educação Superior reúne informações sobre os cursos oferecidos pelas instituições superiores, vagas ofertadas, inscrições, matrículas, alunos ingressantes e concluintes, além de informações sobre docentes. Os questionários são preenchidos pelo representante legal ou pelo chamado pesquisador institucional. O responsável pela verificação e organização das informações é o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O censo ainda é utilizado no cálculo de indicadores de qualidade do ensino superior, como o Cálculo Preliminar de Curso (CPC) e Índice Geral de Cursos (IGC).

Durante o prazo para preenchimento do questionário, os pesquisadores institucionais podem fazer alterações ou inclusões a qualquer momento. Após esse período, o Inep verificará a consistência dos dados coletados. O sistema do censo será então reaberto para conferência e validação dos dados pelas instituições.

A reabertura este ano ocorrerá do dia 14 de maio a 19 de junho. As instituições que não participarem do censo terão a situação avaliada pelo Inep. A divulgação do levantamento será feita no dia 12 de agosto.

O modelo atual do censo é definido pelo Decreto 6.425, de 4 de abril de 2008. O objetivo é oferecer à comunidade acadêmica e à sociedade informações detalhadas sobre a situação e as grandes tendências do setor.

De acordo com o Censo do Ensino Superior 2011, divulgado em outubro de 2012, pelo MEC, o número de matriculas na educação superior subiu 5,7% no período de 2010 a 2011. Quanto às universidades federais, atualmente são 59. A previsão do governo federal é que até 2014 o Brasil tenha 63 universidades federais, com 321 campi distribuídos em 272 municípios.

Facebook Twitter Email
Read More

Posted by on fev 6, 2013 in Avaliação Psicológica, Ciência, Pesquisa, Psicologia | 0 comments

International Psychological Applications Conference and Trends 2013

 

CALL FOR ABSTRACTS

International Psychological Applications Conference and Trends 2013
26 to 28 of April 2013 – Madrid, Spain
http://www.inpact-psychologyconference.org

= Important Dates (2nd call) =
Abstract submissions: 22 of February, 2013
Authors’ notifications: 18 of March, 2013
Registration: until 5 of April, 2013

= Keynote Speaker =
Professor Howard S. Schwartz, Oakland University, USA

= Conference Goals =
The goal for this conference is to offer a new approach to the discussion and presentation of the psychological science nowadays. We expect to engage and interact with authors and researchers from various countries, cultures and fields in the area. We provide the answer to expose new quality developments in research and theoretical findings in Applied Psychology. Some main areas are chosen and divided in more detailed sub-themes (see below), not omitting other topics regarding groundbreaking contributions that might benefit attendees at the conference.

= InPACT format =
The conference will cover many types of presentation formats, incorporating Invited Keynote Speakers, oral and thematic showcases. Among the conference materials, given to all registered attendees, a CD-ROM will be provided with the Proceedings delivered at the conference.

A book with selected papers from the conference will be published. Publication opportunities will also be available from selected international journals.

= Themes of Interest =
To develop the conference program we have chosen five main broad-ranging categories in Applied Psychology, which also covers different interest areas:
- In CLINICAL PSYCHOLOGY: Emotions and related psychological processes; Assessment; Psychotherapy and counseling; Addictive behaviors; Eating disorders; Personality disorders; Quality of life and mental health; Communication within relationships; Services of mental health; and Psychopathology.

- In EDUCATIONAL PSYCHOLOGY: Language and cognitive processes; School environment and childhood disorders; Parenting and parenting related processes; Learning and technology; Psychology in schools; Intelligence and creativity; Motivation in classroom; Perspectives on teaching; Assessment and evaluation; and Individual differences in learning.

- In SOCIAL PSYCHOLOGY: Cross-cultural dimensions of mental disorders; Employment issues and training; Organizational psychology; Psychology in politics and international issues; Social factors in adolescence and its development; Social anxiety and self-esteem; Immigration and social policy; Self-efficacy and identity development; Parenting and social support; and Addiction and stigmatization.

- In LEGAL PSYCHOLOGY: Violence and trauma; Mass-media and aggression; Intra-familial violence; Juvenile delinquency; Aggressive behavior in childhood; Internet offending; Working with crime perpetrators; Forensic psychology; Violent risk assessment; and Law enforcement and stress.

- In COGNITIVE AND EXPERIMENTAL PSYCHOLOGY: Perception, memory and attention; Decision making and problem-solving; Concept formation, reasoning and judgment; Language processing; Learning skills and education; Cognitive Neuroscience; Computer analogies and information processing (Artificial Intelligence and computer simulations); Social and cultural factors in the cognitive approach; Experimental methods, research and statistics; and Biopsychology.

= Types of Contributions =
All submissions are subjected to a blind-review refereeing process and are divided in these categories:
- Oral Presentations
- Posters
- Symposium sessions
- Roundtable/debate sessions
- Workshops
- Virtual presentations

Corporates can also showcase their products or services in the conference exhibitions area by contacting the secretariat or publicity email (provided below).

= Conference Date and  Location=
InPACT 2013 will be held in Madrid, Spain, in TRYP AMBASSADOR
Cuesta de Santo Domingo, 5 y 7. 28013, and will occur from 26 to 28 of April 2013.

= Contacts =
Conference email: secretariat@inpact-psychologyconference.org

Publicity email: publicity@inpact-psychologyconference.org

Facebook Twitter Email
Read More

Posted by on fev 6, 2013 in Avaliação Psicológica, Ciência, Psicologia | 0 comments

VI Congresso Nacional de Avaliação Psicológica/ IX Congresso Iberoamericano de Avaliação Psicológica

Prezados colegas de área,

Reitero mensagem informando que em 2013 ocorrerá, em Maceió/AL, o VI Congresso Nacional de Avaliação Psicológica/ IX Congresso Iberoamericano de Avaliação Psicológica. 

O evento será realizado de 4 a 7 de junho de 2013, em Maceió.

As inscrições do congresso já estão abertas no site http://www.ibapnet.org.br/congresso2013/
data limite para a submissão de trabalhos é 10 de março de 2013.
Novamente, esta será uma excelente oportunidade para divulgar trabalhos
feitos na área da avaliação psicológica, fazer contato com pesquisadores e profissionais da AP e atualizar seus conhecimentos por meio dos cursos, conferências e mesas-redondas.

A programação dos cursos também já está disponível 
no site
http://www.ibapnet.org.br/congresso2013/?pgn=inscricoes

Contamos com a presença de todos vocês para que tenhamos um evento da mesma qualidade do congresso realizado em 2011, na cidade de Bento Gonçalves/RS.

Saudações,
Comissão Coordenadora do Congresso

Facebook Twitter Email
Read More

Posted by on jan 30, 2013 in Ciência, Educação | 0 comments

Dupla resolve um dos grandes problemas matemáticos do mundo

AFP – TERRA EDUCAÇÃO – 29/01/2013 – SÃO PAULO, SP

Os matemáticos Carl Cowen, americano, e Eva Gallardo, espanhola, anunciaram esta sexta-feira ter resolvido a teoria dos `subespaços invariantes em espaços de Hilbert`, um dos grandes problemas matemáticos do século XX que muitos antes deles tentaram comprovar sem sucesso.

Formulado nos anos 1930 pelo húngaro-americano John von Neumann e baseado na teoria do matemático alemão David Hilbert (1862-1943), o problema dizia que todo operador em um espaço de dimensão infinita possui um subespaço próprio que não varia.

No entanto, até agora ninguém tinha conseguido demonstrar a correção do enunciado, por isso a descoberta de Cowen e Gallardo representa um `marco histórico`, considerou o presidente da Sociedade Matemática Espanhola, Antonio Campillo, na apresentação da descoberta, que coincidiu com o congresso desta instituição em Santiago de Compostela (noroeste da Espanha).

Cowen, da Universidade de West Lafayette (EUA), admitiu que se trata de um conceito difícil de entender porque vai além das três dimensões do nosso mundo.

Para tentar explicá-lo, usou uma bola de basquete: `se você gira uma bola, ela sempre gira sobre um eixo`, demonstrou. Então, `podemos imaginar, talvez não com muita clareza, uma bola de dimensão infinita e um espaço de dimensões infinitas` e provar que assim também pode girar, explicou.

Para solucionar o problema, que exigiu três anos de trabalho, os dois cientistas optaram por abordá-lo a partir da teoria das funções de variável complexa, explicou Gallardo, da Universidade Complutense de Madri.

Segundo ela, `é uma perspectiva diferente da habitual que talvez nos tenha dado a chave`.

O impacto da descoberta `será imediata e de enorme transcendência` para a comunidade matemática mundial, afirmou Campillo, tanto por sua contribuição para a ciência básica, quanto por suas possíveis aplicações práticas.

Apresentada em uma curta solução de menos de 20 páginas, a fórmula de Cowen e Gallardo foi analisada por três especialistas que não encontraram erros, ao contrário do ocorrido no passado com os trabalhos de outros matemáticos, asseguraram seus autores.

 

Facebook Twitter Email
Read More
Social links powered by Ecreative Internet Marketing